vendas durante o isolamento social

Estratégias para seu negócio vender durante o isolamento social

O novo Coronavírus assolou o mundo neste primeiro semestre de 2020, afetando o convívio social e a economia. Medidas preventivas para diminuição de contágio e propagação da doença, como quarentena e isolamento social, foram tomadas.

Medidas que afetam os negócios de um modo geral, principalmente aqueles cujas atividades não estão classificadas como essenciais (lojas de roupas e sapatos, escritórios de diversos ramos, salões e clínicas de estéticas, entre outros).

Você tem um negócio que está dentro das atividades não essenciais e não está podendo abrir sua loja ou escritório? O que você tem feito para continuar o atendimento de clientes e a venda de produtos ou prestações de serviços?

Abaixo vamos listar algumas estratégias para auxiliar as suas vendas durante o período do isolamento social da COVID-19.

 

Delivery

Ir até o cliente, que não pode sair de casa, foi a primeira alternativa adotada por muitos negócios. O sistema de delivery antes da pandemia era bastante utilizado pelos estabelecimentos da área alimentícia, como restaurantes e supermercados. Assim como pelas grandes redes varejistas de eletrônicos, eletrodomésticos, lojas de departamentos e calçados, entre outras. Agora durante o período de isolamento a estratégia de venda conta com a entrada cada vez maior dos pequenos negócios.

 

Cursos e conteúdos grátis

Empresas de ensino e serviços de streaming se solidarizaram com a causa e disponibilizaram gratuitamente muito dos seus conteúdos para consumo de clientes e não clientes. Você pode achar que não houve venda do produto, mas com esse tipo de ação estratégica, a organização propaga sua marca e fortalece sua imagem institucional. Por consequência, eleva a percepção do público, podendo, provavelmente, no futuro ser escolhida por ele para uma compra final. A publicidade, antes de tudo, está no fazer a empresa ser reconhecida.

 

Venda on-line

O principal para saber o que oferecer e se adaptar a esta situação é, primeiramente, analisar o que sua empresa tem a oferecer e os canais disponíveis.

A exemplo iremos utilizar um salão de beleza. Este possui produtos próprios para vender? Consultorias? Tem algum serviço em especial de destaque (como especialização em cortes de cabelos cacheados)? Que tal começar a fazer a venda on-line desses produtos através das redes sociais ou site? Uma ótima opção, não é?!

Falando em redes sociais, comece a divulgar os conteúdos e conhecimentos que você tem como profissional ou que o time da empresa domina. Aí vale compartilhar dicas, recomendação de produtos para determinados tipos de cabelo, tratamentos para realizar em casa. Assim o nome do estabelecimento se fortalece e abre uma oportunidade de interação com os já clientes e os futuros.

 

Vouchers

Uma ótima opção é aproveitar esse engajamento e vender vouchers de pacotes de serviços para uso pós isolamento social. Um bom desconto ou vantagens extras nos serviços ou produtos dos pacotes são atrativos incentivar a compra dos vouchers durante o período da quarentena. Alternativa para os estabelecimentos continuarem mantendo giro de caixa no atual momento.

 

Infoprodutos (Produtos digitais)

Não possui produtos físicos ou serviços práticos para comercializar? Experiência e conhecimento também são produtos. Conhecidos também como infoprodutos, são produtos digitais em forma de texto, áudio ou vídeo, distribuídos na internet para download ou consumo on-line mesmo (através de plataformas, por exemplo). Qualquer profissional como fotógrafos, arquitetos, publicitários, entre  outro, a partir de uma visão única dentro da área que atua, pode compartilhar conteúdos valiosos e úteis por meio de cursos e aulas on-line.

O ambiente on-line é um grande aliado, ainda mais neste momento de isolamento social em que não podemos sair de casa. Não desperdicemos as oportunidades que ele nos oferece para driblarmos as dificuldades impostas pela pandemia e continuar empreendendo.

 

Conhecia todas as estratégias? Quais pode implementar o mais rápido possível no negócio para continuar vendendo? Compartilha com a gente aqui nos comentários.