Quarentena e a mudança de estratégias e comunicação das marcas

Uma pandemia é um dos fatores externos previstos nos manuais de marketing e gestão que podem mudar o cenário econômico e, consequentemente, interferir no seu negócio. E assim estamos vivendo e vendo a pandemia de COVID-19 (novo Coronavírus) parar o mundo, mudar a nossa rotina e das empresas em que trabalhamos.

 As companhias, em consequência da recomendação de isolamento social e suspensão de atividades não essenciais, implementam mudanças nas estratégias do negócio, nas ofertas de produtos e serviços, no posicionamento, nas campanhas publicitárias, no relacionamento e comunicação, entre outras. Em suas ações, boa parte das organizações mostram empatia e solidariedade com o momento, com as pessoas, independente de serem clientes/consumidores. 

Abaixo listamos alguns cases que mostram isso, e que podem servir de inspiração ou benchmarking para o seu negócio:

CVC

Diretamente impactada pela pandemia de COVID-19, a agência de turismo CVC lançou a campanha “Fique em Casa. Viaje Depois”, sensibilizando seus clientes com viagens programadas de que esse não é momento mais oportuno para conhecer os principais destinos comercializados na agência. Que o momento é de acumular “milhas de vida”, ficar em casa no isolamento social e aproveitar para planejar seus próximos destinos.

A mudança na campanha publicitária mostra empatia e solidariedade da marca com o momento. Apesar de ser atingida, o foco está na segurança e bem-estar de seus clientes, colaboradores e parceiros. A CVC está com um hotsite no ar para prestar esclarecimentos e suporte aos clientes que precisam retornar de viagem ou remarcar por conta da pandemia.

Latam

Assim como a CVC, a Latam está num segmento diretamente afetado pela pandemia. Para facilitar o suporte aos passageiros, a companhia lançou um Canal de Ajuda ao Cliente com foco na alteração ou cancelamento de voos. A necessidade de antecedência na solicitação ou aplicação de multas – exigências anteriores à pandemia – estão sendo desconsideradas pela empresa no momento.

Em sua comunicação atual, a companhia aérea oferece a compra de pacotes para o segundo semestre com tarifas menores e flexibilidade nas remarcações. A contar de março, essa perspectiva de 6 meses futuro é quando teremos um declínio nos surtos de transmissão e a pandemia estará sob controle.

Aramis

A rede de moda masculina seguiu a recomendação das autoridades sanitárias e fechou suas lojas físicas. Para dar opção aos clientes e incentivar as compras, está oferecendo frete grátis para todo o Brasil nas aquisições pelo site e desconto de 15%.

Além disso, a marca comunicou aos clientes que um percentual das vendas online será repassado em forma de comissão aos vendedores das lojas físicas. Que atitude bacana, né?! Demonstra conexão e empatia não somente com os clientes, mas principalmente com seus colaboradores. 

Ypê 

Com a quarentena, a marca de produtos de limpeza Ypê anunciou que iniciaria a produção de álcool em gel para distribuí-lo gratuitamente a instituições de saúde, e a doação de sabão em barra a comunidades carentes, produto necessário para higienização das mãos e superfícies, o que ajuda na prevenção ao coronavírus. 

A marca reitera seu esforço, apesar da alta dos custos e falta de insumos, para manter e não elevar o preço atual do sabão e garantir o abastecimento. Isso mostra a solidariedade e empatia da marca com o próximo.

Resultados Digitais

A empresa de automação de marketing e CRM liberou alguns cursos gratuitamente para apoiar outros negócios na criação e otimização de suas estratégias de Marketing Digital e Vendas neste momento difícil para todos os setores, principalmente os pequenos e médios negócios, autônomos e informais.

A empresa também criou a ferramenta em código aberto chamada #Matrix, que funciona como um escritório online cuja finalidade é proporcionar interação entre as equipes remotas, ou seja, a experiência de trabalhar juntas todos os dias em salas virtuais, como se estivessem nos ambientes do escritório físico.

Casas Bahia

Os clientes que possuem o famoso “carnê” para parcelar suas comprar na rede terão as parcelas com vencimentos em abril de 2020 adiadas para o final do parcelamento. A varejista também concedeu frete grátis numa lista de produtos essenciais que forem adquiridos pelo site ou aplicativo. A campanha “Fica bem em casa” mostra que a organização está ciente da atualidade, se solidariza e facilita a retenção de clientes num momento de instabilidade e incertezas econômicas para o próximo mês.

A iniciativa cria sentimento de gratidão. E esse é um caminho que deve ser seguido pelas empresas com seus clientes, colaboradores, fornecedores e parceiros. 

Ambev

A marca nacional diminuiu a produção das bebidas para produzir 500 mil unidades de álcool em gel para serem doados a hospitais públicos. A empresa junto com o Hospital Albert Einstein (SP), Prefeitura de São Paulo e Gerdau, irá construir um hospital em um município de São Paulo com 100 novos leitos. Também anunciou no último sábado (28), a aquisição de 1 milhão de testes para usar em seus funcionários e familiares, e o excedente será doado.

Vale

A mineradora Vale adquiriu 5 milhões de kits de testes rápidos para o novo coronavírus que serão entregues ao governo brasileiro para ajudar no combate a disseminação da doença. A empresa também está entregando leitos na região do sudeste do Pará, região onde tem operação.

Outras

A Globo Play, plataforma de streaming, e outros canais fechados abriram sua transmissão para ajudar na distração e entretenimento na quarentena em casa. Já o Outback Brasil doará seus ovos da Páscoa para os mercados de bairro. O objetivo é fortalecer os pequenos empreendedores nesse período em que a economia ficará bastante delicada.

Outras empresas como Mercado Livre, MasterCard, McDonald’s e Starbucks reformularam seus logotipos sugerindo os cuidados que se devem ter, como o distanciamento e o uso de máscara (caso necessário). Atitudes bem legais e conscientes por uma causa de todos!

E como sua empresa está se reorganizando nesse momento para ajudar os clientes, colaboradores e parceiros? 

Qual mudança de posicionamento de alguma marca lhe chamou atenção? Compartilha conosco nos comentários.